Ir para o conteúdo

HESE e Liga de Amigos organizam o 1º Encontro de unidades de cuidados intensivos da zona Sul com foco na humanização ​

O Conselho de Administração do HESE e a equipa da Unidade de Cuidados Intensivos EPE organizaram, dia 29 de novembro de 2019,

o primeiro encontro das Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) da zona sul, com foco na humanização em cuidados intensivos, em parceria a Liga de Amigos do HESE.

Os Serviços de Medicina Intensiva estão vocacionados para segurar a vida em casos extremos, em momentos de grande fragilidade pessoal e familiar. São espaços fechados, pouco simpáticos, muitas vezes hostis, povoados por máquinas, alarmes ruidosos e profissionais atarefados, mas onde a dimensão humana está sempre presente. Para Regina Henriques, Diretora da Unidade de Cuidados Intensivos do HESE EPE, “o objetivo supremo dos profissionais que tratam o doente crítico é prestar a cada doente os melhores e mais adequados cuidados, sejam eles com intenção curativa ou apenas de conforto, sempre privilegiando a competência técnica e o cuidado humanizado centrado no doente e nos familiares que o acompanham”. A humanização dos cuidados numa área tão sensível implica um trabalho multidisciplinar que envolve não só a equipa da UCI, mas profissionais de saúde de outras áreas, os cuidados paliativos, os órgãos de gestão, as políticas de saúde, etc. “Entende-se que humanizar a saúde é para todos e da responsabilidade de todos”, realça Regina Henriques e, por isso, “este primeiro encontro tem como objetivo reunir o máximo de profissionais de saúde e de outras áreas para que possamos refletir e descobrir novas práticas para esta humanização”.

A Liga de Amigos do HESE integrou a comissão de organização deste encontro multidisciplinar, que reúne em Évora mais de três dezenas de especialistas. David Prazeres, presidente da direção daquela IPSS de utilidade pública, realça que “ esta ação integra-se nos objetivos estatutários da Liga de contribuir para a melhoria da qualidade e humanização dos cuidados de saúde prestados à população. A humanização está no ADN da liga de amigos, desde a sua fundação.” E acrescenta “Dá-se ainda a feliz coincidência de a unidade de cuidados intensivos e a liga de amigos do hospital de Évora celebrarem, juntos, 25 anos de atividade em 2019″.

Maria Filomena Mendes, Presidente do Conselho de Administração do HESE EPE, explica que “o Conselho de Administração delineou para 2019 uma requalificação física da Unidade de Cuidados Intensivos que já concretizou e que foi inaugurada em outubro. Paralelamente às condições físicas e tecnológicas de qualquer Serviço Clínico, acresce, neste caso, a situação limite que vive o doente e a sua família e a equipa de profissionais que diariamente tem de gerir situações críticas de sobrevivência. Neste sentido, o Conselho de Administração desafiou a equipa da UCI a realizar um encontro com outros profissionais de medicina intensiva. A equipa da UCI abraçou o desafio, colocou o foco do evento nas questões da humanização e superou largamente as expetativas pela qualidade do programa definido, pela escolha dos oradores e pela diversidade e grande número de participantes. Contámos também com o apoio da Liga de Amigos que apoiou a iniciativa, por se enquadrar nos seus objetivos e por ser um parceiro habitual nas questões da Humanização do HESE EPE”.

Este encontro formativo e informativo pretende constituir um espaço de partilha de saberes, experiências, reflexões e boas práticas no domínio da medicina intensiva e, em concreto, da humanização nesta área. Formou-se uma audiência de cerca de 250 participantes de diversas áreas de conhecimento e práticas profissionais vindos de todo o país e de Espanha também.​

imagem do post do HESE e Liga de Amigos organizam o 1º Encontro de unidades de cuidados intensivos da zona Sul com foco na humanização ​
Partilhar:
Shares