Ir para o conteúdo

II Simpósio do Cancro da Mama do Hospital de Évora reúne 330 participantes on line

O II Simpósio do Cancro da Mama – Alentejo, on line, decorreu no dia 26 de setembro, uma iniciativa do Hospital do Espírito Santo de Évora que contou com o apoio da Sociedade Portuguesa de Cirurgia, da Sociedade Portuguesa de Senologia e da Sociedade Portuguesa de Oncologia. 

O objetivo principal deste evento consistiu em apostar na melhoria e no acompanhamento das mulheres que sofrem com esta doença, por forma a minimizar as sequelas e a ajudar a recuperar a vida que tinham antes. Em simultâneo, pretendeu-se promover o diálogo e a troca de saberes entre os diversos profissionais de saúde hospitalares e de cuidados primários envolvidos no diagnóstico, tratamento e seguimento das doentes com cancro da mama. Nesta segunda edição, com um novo formato, contaram-se 330 inscritos, um número superior ao da edição de 2019.

A abordagem da doença loco-regional, conciliando a procura da sobrevivência e a estética, a esperança de uma vida cada vez mais longa e de qualidade nas doentes crónicas e a atenção aos vários aspetos da mulher atingida pela doença, como a afetividade, a nutrição e a recuperação psicomotora e funcional, foram alguns dos temas abordados neste simpósio.

“Um dos objetivos do Simpósio é a partilha de informação para tratarmos as nossas doentes com maior equidade”, admite Jorge Caravana, Diretor do Serviço de Cirurgia Geral do HESE, e membro da comissão organizadora do Simpósio, e acrescenta que “este é também um dos objetivos da Unidade de Mama do Alentejo (UMA), fazer com que no Alentejo existam protocolos comuns e uma permanente entreajuda, onde os principais beneficiados são sempre os doentes.”

Rui Dinis, Diretor do Serviço de Oncologia do HESE EPE e membro da organização deste Simpósio, realça que o balanço desta segunda edição é muito positivo pois “apesar da conjuntura, os profissionais continuam a apostar na investigação e na partilha de conhecimento, recorrendo aos formatos on line e participando ativamente” e enfatiza que “chegaram a estar on line cerca de 300 pessoas em simultâneo, o que é muito importante para a comissão organizadora deste evento”. O oncologista refere ainda que “assumiu especial relevância neste simpósio a apresentação pública da atividade do Hospital do Espírito Santo de Évora nesta área, com taxas de recidiva e metastização muito abaixo do descrito na melhor literatura”

A sessão decorreu on line, ao longo de todo o dia, e contou com participantes de todo o país, com uma forte presença de profissionais de saúde do Alentejo. Foram ainda palestrantes especialistas do Serviço Nacional de Saúde e de vários grupos privados da Saúde de diferentes áreas de conhecimento do cancro da mama de Norte a Sul do país, assim como reputados especialistas nacionais e espanhóis de oncologia e de cirurgia geral.

imagem do post do II Simpósio do Cancro da Mama do Hospital de Évora reúne 330 participantes on line
Partilhar:
Shares