Ir para o conteúdo

Hospital de Évora inicia 2021 com 39 novos Médicos Internos

Foi na manhã desta segunda-feira, dia 4 de janeiro, que ocorreu a receção aos novos 39 médicos internos que irão desempenhar a atividade profissional no HESE EPE.

Recebidos pela Diretora Clínica, Drª. Isabel Pita, e pelo Dr. Artur Canha da Silva, Diretor do Internato Médico, pelo Gabinete de Comunicação e Marketing e pela Comissão de Internos do HESE, os Médicos Internos vieram de vários pontos do país e mesmo de fora do país, contando com a presença de jovens Médicos do Brasil e de Cuba.

Dos 39 Internos, 26 são de Formação Geral e 13 são de Formação Específica, sendo que os últimos optaram pelas seguintes especialidades: Anestesiologia, Pediatria, Imunohemoterapia, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Cardiologia e Medicina Interna.

O interno de formação específica, Filipe Alfaiate, natural de Évora, fez a sua formação geral em Medicina em 2020 e, embora esta experiência tivesse tudo para ser difícil devido à pandemia, Filipe admite que foi “irmão, filho, neto, sobrinho, tio de tantos doentes que não puderam ter a visita dos seus familiares. Fui ombro amigo de colegas que tiveram casos difíceis.” Ao dizer isso, Filipe diz que o Hospital de Évora ensinou-lhe algo que leva para a vida: “o mais importante são as pessoas.” No ano passado, Filipe admitiu que voltaria a repetir a formação geral num ano de pandemia neste hospital e presentemente faz parte dos 13 Internos de Formação Específica.

Todos os anos, dezenas de Internos escolhem o HESE e 2021 segue esta regra. Isabel Pita, Diretora Clínica do HESE, congratulou todos pela escolha e salientou que “este é um momento atípico, sendo assim um grande desafio. Contudo, e apesar de ser um momento crítico, também é uma experiência única para quem começa a praticar medicina”. A Diretora Clínica acrescentou ainda que “conta com a colaboração e compreensão de todos, no contexto pandémico que o HESE está a viver”.

Além disso, Isabel Pita afirmou que “neste momento ser Interno no HESE significa fazer parte da futura equipa que vai abrir um novo hospital, já que o Hospital Central do Alentejo tem previsão de abertura em dezembro de 2023”. Dito isso, “os Internos poderão ter o privilégio e experiência única de acompanhar a construção deste hospital e fazerem parte do corpo clínico que o irá inaugurar.”

Os Internos são acolhidos pelo HESE EPE através de um programa organizado pela Direção do Internato Médico.

imagem do post do Hospital de Évora inicia 2021 com 39 novos Médicos Internos
Partilhar:
Shares