Ir para o conteúdo

V Bootcamp de Urgências Pediátricas do HESE supera expectativas

Nos dias 29 e 30 de março realizou-se o V Bootcamp de Urgências Pediátricas do Hospital do Espírito Santo de Évora, que excedeu as expectativas, reunindo 159 participantes on line, de todo o país. Este bootcamp, organizado pelos Internos de terceiro ano de Pediatria, tem na sua génese a formação de Internos para Internos.

Ou seja, o principal objetivo é dar uma formação mais prática para os outros Internos que estão no mesmo nível que os formadores, conhecer as dúvidas e dar um maior conhecimento partilhado interpares, além daquilo que os livros podem dar a conhecer. “São como aulas de aprendizagem de Urgências Pediátricas. Falamos sobre as situações mais comuns que todos encontramos na Urgência e que todos, às vezes, temos dúvidas.” diz Leonor Aires, Interna de terceiro ano, organizadora e formadora nesta V edição do Bootcamp.​

Em termos do foco da formação, esta edição não se desviou das passadas, já que todas são semelhantes entre si, visto que as situações são habitualmente as mesmas, contudo, beneficiou-se do formato e-learning para acrescentar novos temas. “Acabámos por manter a base do bootcamp. Mas este ano introduzimos uma ou outra situação, como as queimaduras, que não tinham sido faladas nos anos anteriores. Conjugámos também algumas sessões para termos mais informação no mesmo tempo”, diz Leonor Aires.  “A principal vantagem deste ano foi termos chegado a um maior número de pessoas e isso foi muito positivo porque não só eram mais pessoas a ouvir, como também havia mais dúvidas e uma maior capacidade de discussão porque cada um dos participantes tinha a sua perspetiva, dúvidas e experiência acumulada”, acrescenta.

Sendo o público alvo os Internos de Medicina Geral e Familiar, Pediatria e Internos de Formação Especifica ou Formação Geral, esta edição incluiu Enfermeiros e Especialistas, contando com o triplo de participantes relativamente às edições passadas. Anteriormente, as inscrições estavam limitadas a 50 pessoas, devido ao espaço físico disponível, fator que este ano, por ser no formato e-learning, não se verificou. Aliás, 85% dos participantes eram externos ao HESE e este ano houve também um participante que assistiu a partir da Alemanha.

Retrospetivamente, esta quinta edição do Bootcamp de Urgências Pediátricas do HESE foi um sucesso, tendo sido uma nova experiência para os organizadores, formadores, moderadores e participantes, facilitando a criação e organização de futuras formações que possam vir a surgir neste formato. “Claro que há sempre falhas que podemos apontar e corrigir em anos seguintes. No entanto, acho que no geral foi boa, foi uma experiência interessante.” acrescenta Leonor Aires.

 

 

06.04.2021

imagem do post do V Bootcamp de Urgências Pediátricas do HESE supera expectativas