Gabinete do Cidadão

Responsável de Serviço
Drª Guilhermina Laranjo

E-mail: gab.utente@hevora.min-saude.pt

Localização
O gabinete está localizado no edifício do Patrocínio, no 5º piso
Horário de Funcionamento

Funciona entre as 9.00 e as 17.00

O Gabinete do Cidadão é um serviço que foi criado pelo Despacho Ministerial 26/86 de 30 de Junho e constitui um direito consagrado constitucionalmente por via do qual todos os cidadãos têm a possibilidade de apresentar, sugestões, reclamações e elogios, constituindo a participação dos mesmos um elemento regulador na prestação de cuidados e serviços, tornando o Gabinete do Cidadão num instrumento de apoio à gestão.
Atribuições
· Informar os Utentes sobre os seus direitos e deveres;
· Receber todas as exposições (reclamações, sugestões e agradecimentos, louvores) sobre o funcionamento dos serviços 
· Redigir as exposições quando os reclamantes não o possam fazer
· Promover a divulgação do gabinete do Cidadão
· Informar o utente da decisão que recaiu sobre a exposição apresentada
· Manter informados os órgãos de gestão gestão sobre a qualidade dos serviços na perspectiva do utente​
· Promover a humanização dos serviços

Religioso

Responsável de Serviço
Padre Carlos Melo 

E-mail
religioso@hevora.min-saude.pt
Localização
O Serviço tem, neste momento, as seguintes instalações: um gabinete e duas capelas, com a respectiva sacristia; a capela antiga do Hospital do Espírito Santo e a capela do Patrocínio, no 4º piso, inaugurada em 3 de Junho de 2001.
Ao longo destes cinco séculos, o Hospital teve sempre assistência espiritual e religiosa, com capelão permanente. O Serviço Religioso, desenvolvendo a sua acção integrada na prestação de cuidados de saúde e em relação com todos os que são intervenientes neste processo, tem como missão:
– Garantir a todos os doentes o respeito pelas suas convicções espirituais e religiosas, promovendo atenção, proximidade, presença, escuta, diálogo, partilha e ajuda concreta a todos os que integram a Comunidade Hospitalar, dando especial atenção aos mais pobres e abandonados.
– Estar disponível, para servir e satisfazer as necessidades espirituais e religiosas de todos os que passam e trabalham no Hospital, respeitando sempre a liberdade religiosa e a confidencialidade de cada um.
A missão do capelão tem as seguintes componentes ou papéis:
a) O papel profético: ajuda as pessoas a ver e a ler os acontecimentos da vida à luz de Deus e dos sinais dos tempos;
b) O papel simbólico: a sua presença evoca realidades como – Deus, Igreja, fé, perdão, ….
c) O papel de animador: através da escuta e da presença serena, desperta o dinamismo e as energias adormecidas – auto-estima, sentido positivo da vida, coragem, a esperança …
d) O papel de guia espiritual: ajuda a pessoa, na medida em que o permite e deseja, a reconciliar-se consigo mesmo, com a sua história, com os outros e com Deus, quando é crente, a encontrar a paz …
e) O papel litúrgico: é seu dever presidir às celebrações litúrgicas, na capela e nas
enfermarias, quando os doentes pedem os Sacramentos …

Serviço Social

Responsável de Serviço
Drª Guilhermina Laranjo

E-mail: gab.utente@hevora.min-saude.pt

Horário de Funcionamento
Funciona entre as 9h e as 12h 30 e as 14h e as 17h30.

Localização

Edifício do Patrocínio – Piso 4 

 

O Serviço Social do HESE constitui se como uma unidade orgânica que faz parte integrante da equipe de cuidados de saúde, sendo elo de ligação e interlocutor privilegiado entre o utente, a família, a equipa terapêutica e a comunidade. A sua atividade desenvolve-se de forma transversal a todos os serviços hospitalares.  O Gabinete de Serviço Social è constituído por 7 Assistentes Sociais distribuídas e integradas nas várias equipas terapêuticas dos serviços e um administrativo.
Competências do Serviço Social
-Integrar as equipas de saúde.
-Identificar e analisar os problemas e as necessidades de apoio social dos utentes e das respetivas famílias, através da elaboração dos planos de intervenção social.
-Preparar a alta hospitalar com vista à reintegração do utente no seu meio de origem e fazendo coincidir a alta clinica com a alta social através da mobilização de recursos da comunidade.
-Assegurar a continuidade de cuidados.

-Fomentar a humanização do Hospital.

Outras Atividades
Do desempenho profissional das Assistentes Sociais salienta se ainda a sua integração e colaboração em comissões, equipas e projetos que incidem na promoção da saúde e promoção da doença, na gestão de processos e circuitos de cidadãos e recursos, na qualidade e humanização, tais como:
·          Núcleo de Apoio à criança e à família,
·          Comissão de Humanização e Qualidade dos serviços de saúde,
·          Equipa de gestão de Altas,
·           Comissão de Ética,
·           Equipa Intra-hospitalar de Cuidados Paliativos,
·          Núcleo de Apoio á Violência Doméstica;
·          Conselho Social de Acão Social da Rede Social de Évora,
·          Liga de Amigos do Hospital,
·          Liga Portuguesa Contra o cancro,
·           Associação Oncológica do Alentejo,
·          Rede Nacional de Cuidados Continuados