CRIA

 

 

O Centro de Responsabilidade Integrada Cérebro-Cardiovascular do Alentejo tem características únicas de intervenção cérebro-cardiovascular no País, respondendo às necessidades da Região Sul.

Missão
O CRIA é uma estrutura orgânica de gestão intermédia que tem como missão desenvolver a sua atividade dirigida à prestação de cuidados de saúde diferenciados e de qualidade na área Cérebro-Cardiovascular Global (coronário, estrutural e do ritmo cardíaco, vascular, cerebrovascular e congénito), garantindo padrões elevados de desempenho técnico-científico e humanização da atividade clínica, promovendo uma eficaz e eficiente gestão financeira e de recursos humanos, com uma justa retribuição e formação profissional dos seus colaboradores.

Visão
O CRIA existe para dar resposta às necessidades de cuidados de saúde diferenciados na área Cérebro-Cardiovascular. Configura um centro modelo, com elevado grau de diferenciação tecnológica, moderno,eficiente e sustentável. O CRIA constitui uma referência na Região Alentejo e um case study a nível nacional.

Eixos Estratégicos
• Cobertura assistencial na área cérebro-cardiovascular, para toda a Região Alentejo
• Consolidação na área de investigação clínica – CORE
• Desenvolvimento de parcerias estratégicas

Equipa

O Centro de Responsabilidade Integrada Cérebro-Cardiovascular do Alentejo é o primeiro Centro Cérebro-Cardiovascular Global de Portugal com uma equipa multidisciplinar: Administradores Hospitalares, Anestesiologistas, Cardiologistas, Cirurgiões Cardíacos, Cirurgiões Vasculares, Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, de Cardiopneumologia e Radiologia, Neurorradiologistas, Enfermeiros, Técnicos Administrativos e Assistentes Operacionais. 

Onde estamos

 

 

Área de Influência
Como Hospital Central, o HESE EPE serve toda a região Alentejo pelo que a sua área de influência abrange uma população de cerca de 500.000 habitantes. A população abrangida possui características muito particulares: o Alentejo corresponde a cerca de 34% da área territorial de Portugal, representando apenas cerca 5% da população total. O distrito de Évora é constituído por uma população de cerca de 170.000 habitantes (Alentejo Central).A densidade populacional é manifestamente baixa (cinco vezes menor que a média nacional). O índice de envelhecimento é o mais elevado do País (218,5 idosos/100 jovens).

Serviços e Inovação

Centro de Intervenção Cérebro-Cardiovascular Global com uma infraestrutura e equipamentos  que facilitam o acesso a todas as áreas de intervenção cérebro-cardiovascular, com a utilização de novas opções técnicas, com recurso a tecnologias avançadas, promovendo uma oferta de serviços diferenciada.

arritmologia
intervenção cardíaca cérebro vascular, intracerebral e extracerebral
vascular periférica e aorta
intervenção estrutural: cardiopatia congénita e válvulas aórticas percutâneas
neurorradiologia

 

Instalações

 

Dois angiógrafos digitais com capacidade de subtração e fusão de imagens e reconstrução 3D AngioTAC de 164 cortes. O único no Centro do País com duas salas tecnologicamente avançadas, fora das áreas metropolitanas.  Único AngioTAC do SNS no sul do País

Investigação e Projetos

 

 

 

 

Cardiovascular InnovatiOn and Educational REsearch Centre (CORE) é um Centro de Investigação que se constitui como o elo de ligação entre o CRIA e a Universidade de Évora e assenta a sua estratégia de intervenção na investigação clínica, na formação e na atividade académica.

Investigação Clínica
A Investigação Clínica desenvolve-se através de parcerias com departamentos para a investigação em matemática, engenharia, biologia, bioquímica e veterinária e na realização de Mestrados em áreas com imagem coronária, fisiologia coronária e gestão da eficiência de laboratórios de intervenção, etc.

Formação
A Formação consiste na realização de Cursos internacionais em Angioplastia complexa (Rotablator e Litoplastia) stents dedicados a bifurcações, imagem coronária especialmente OCT (Tomografia de Coerência
Ótica) com recurso a tecnologia de broadcasting para transmissão de casos ao vivo.

Atividade Académica
A componente principal da atividade académica desenvolvida pelo CORE consiste na elaboração de uma
tese de doutoramento na área da Medicina e na criação de uma Cátedra em Envelhecimento e sustentabilidade,
bem como na atribuição de Bolsas de Estudo para fellows nacionais e estrangeiros.

Projetos CORE
• Projeto Value Partnership
• Humanização CRIA
• Soluções digitais de suporte avançado à gestão de imagens cardíacas
• Formação avançada dos profissionais de saúde
• Mestrado Instituto Superior Técnico – Fisiologia Coronária & Efficiency Consulting em Laboratório de Hemodinâmica
• Projeto de Indicadores de performance e Acreditação CRIA
• Projeto de Tele-referenciação de doentes Cardíacos
• Hospitalização domiciliária – telemonitorização do doente cardíaco

Parcerias

 

Administração Central dos Serviços de Saúde (ACSS) 

Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARSA)

Administração Regional de Saúde do Algarve 

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo 

 

Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo

Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano

Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano

Universidade de Évora 

Instituto Superior Técnico

 

Outras instituições de ensino 

Entidades Privadas

Fundação EDP 

Programa EDP Solidária – Saúde 2017