Ir para o conteúdo

1.11. Humanização, Diferenciação Técnica e Organizacional

QREN / INALENTEJO
11. Humanização, Diferenciação Técnica e Organizacional
ALENT-03-0348-FEDER-000590

Objetivos do projeto

Com este projeto pretendeu-se cumprir o que foi programado no Plano de Negócios de 2007–2009 e no Plano de Atividades e Orçamento para 2010, para corresponder às exigências definidas pelo Governo para os hospitais centrais e simultaneamente diferenciar os cuidados prestados aos utentes, apostando na qualidade assistencial e na humanização.

Igualmente pretendeu-se melhorar o circuito da informação, potenciar a informatização clínica e melhorar a gestão do circuito do medicamento e minimizar os custos com medicamentos.

Objetivo geral

Humanizar e diferenciar tecnicamente o hospital de forma a corresponder aos requisitos de Hospital Central.

Principais objetivos específicos

•  Humanizar os serviços através da melhoria das condições de acolhimento dos utentes e melhoria das condições de trabalho dos profissionais;

• Adquirir diverso equipamento médico–cirúrgico e diferenciar a prestação de cuidados de saúde;

•  Facilitar o acesso aos profissionais de tecnologia de ponta, motivando-os para continuarem a desempenhar funções no interior do país;

•  Implementar um software de gestão documental, de forma a otimizar o circuito de informação documental, no sentido da desmaterialização de documentos;

• Ligar todos os ecógrafos ao sistema PAC’s (digitalização de imagens médicas) de forma a permitir a consulta dos exames pelos médicos, através do computador;

•  Desenvolver e expandir a utilização da unidose e a dispensa automática de medicamentos;

• Implementar um sistema informático de suporte à gestão do risco no HESE, que permita designadamente:

  • Aumentar o nível de notificação;
  • Identificar sistematicamente os riscos clínicos;
  • Identificar as causas;
  • Identificar e aplicar medidas para reduzir e gerir os possíveis riscos;
  • Controlar e efetuar o acompanhamento dos indicadores de riscos clínicos.

Caracterização da operação

•  Humanização de serviços através da implementação de sinalética, pinturas, melhoramento de salas de trabalho, aquisição de mesas-de-cabeceira multifuncionais para o serviço de internamento,
implementação de um circuito de TV, aquisição de TV’s para alguns serviços e implementação do sistema de proteção antirapto de crianças para o serviço de obstetrícia;

•  Aquisição de diverso equipamento médico–cirúrgico para diversos serviços;

• Implementação de um software de gestão documental;

• Implementação de um interface de ligação entre os diversos ecógrafos existentes, e o sistema de digitalização de imagens médicas (PAC’s);

• Desenvolvimento da unidose e dispensa automática de medicamentos;

•  Implementação de um sistema de gestão de riscos clínicos.