Ir para o conteúdo

Festas mais pequenas, testes e máscara. DGS deixa conselhos para "Festas Seguras"

Em comunicado, a DGS recorda que “o momento das festividades de Natal e de fim de ano é, tradicionalmente, marcado pelo convívio com a família e com os amigos, favorecendo a aglomeração de pessoas, com maior proximidade e contacto físico”.

Por isso, é apelado a que todos “festejem em segurança e com responsabilidade, adotando as medidas de proteção que, em conjunto, fazem parte da barreira de proteção contra o vírus”.
Quais são os conselhos deixados pela DGS?

Vacinação:

Recordando que “o plano de vacinação continua a decorrer, com a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para os adultos e a vacinação das crianças”, a DGS apela a que cada pessoa que ainda não foi vacinada “agende a sua vacinação”, uma vez que “a evidência científica demonstrou que a vacina é a medida mais eficaz para reduzir as complicações associadas à infeção por SARS-CoV-2”.

Testes:

A DGS lembra que a realização de testes, “nomeadamente testes rápidos (TRAg) ou autotestes”, é uma medida de precaução antes dos convívios.

Festas mais pequenas, espaços adequados:

É ainda aconselhado que as festas sejam “realizadas com grupos mais pequenos, idealmente pertencentes à mesma bolha familiar/social” e que devem ser escolhidos “espaços amplos” e “ventilados”.

Distanciamento:

Nas festas, “a partilha de momentos em que se consomem alimentos e bebidas pode ser feita com o devido distanciamento entre os convidados, aplicando medidas simples, como a utilização de mais do que uma mesa, sempre que possível”.

Máscara:

Nessas situações, a DGS relembra que “a máscara deve ser mantida quando não se estiver a consumir alimentos ou bebidas, particularmente na presença de pessoas mais vulneráveis, que devem ser ainda mais protegidas”.

Atenção aos sintomas:

É ainda pedido que cada pessoa se mantenha atenta “ao aparecimento de sintomas de Covid-19, como febre, tosse, dores de cabeça, dores musculares, dificuldade respiratória ou perda do olfato ou do paladar”. No caso de existiram sintomas, deve proceder-se ao isolamento e contactar “imediatamente o SNS 24” (808 24 24 24).

 

Fonte: sapo.pt

imagem do post do Festas mais pequenas, testes e máscara. DGS deixa conselhos para “Festas Seguras”